espaco.gif (369 bytes)  
» Projectos DA ESES  
 

4 PROJECTOS

»
Museológico

» Procepe


» Projecto de Reforma do Ensino Básico (1ª à 6ª classe) na Republica Democrática de S. Tomé e Príncipe

» Projecto  de Formação Contínua da Matemática no Ensino Básico para Professores do 1º e 2º ciclos

» Projecto do Ensino Experimental das Ciências

» Programa Nacional de Ensino do Português no 1º ciclo do Ensino Básico - PNEP

» Programa CBTIC@EB1 no distrito de Santarém

 

4 PROJECTOS DE COOPERAÇÃO EUROPEIA

» Projecto Primavera na Europa

 



» Museológico
logo_museu.jpg (27471 bytes)

4Descrição
Este projecto surge como resultado de algumas das linhas de investigação prosseguidas na ESES que permitiram avançar para a constituição de um ESPAÇO MUSEOLÓGICO DE PESQUISA INTERDISCIPLINAR, centrado na recolha, tratamento científico e aproveitamento pedagógico de materiais ligados à história da infância e da escola.

Pretendem-se recuperar brinquedos antigos, jogos tradicionais, livros de estudo e infanto-juvenis, objectos escolares, etc. A finalidade é a da sua salvaguarda e integração em novos contextos de formação docente, redescobrindo dimensões educativas em antigas práticas e objectos.

Este projecto conta com os apoios da Fundação Calouste Gulbenkian, Instituto de Inovação Educacional, JNICT e Escola Superior de Educação de Santarém.
Coordenação:
Luís Vidigal


4Museologiada da Infância e da Educação - um Giro pelo Mundo

4ACESSO À BASE DE DADOS:
     
- Pesquisa
     
- Actualização

4Relação de Núcleos aderentes à RIHMIE

4Catálogo dos «Cadernos do Projecto Museológico sobre Educação e Infância» 
     - Condições de venda e de assinatura cpm
     - Pedido de encomenda postal de Nos Avulsos

4RIHMIE - PROTOCOLO e Ficha de Inscrição

4FOLHAMIE - Nº 7

4FOLHAMIE - Nº 6 
4FOLHAMIE - Nº 5
4FOLHAMIE - Nº 4
4FOLHAMIE - Nº 3
4FOLHAMIE - Nº 2
4FOLHAMIE - Nº 1

4Bases para uma rede Ibérica de Museologia Pedagógica

4IV Ciclo de Conferências e Seminários

4História  E Filosofia da Educação - PEDAGOGOS- Webgrafia


4Lista dos 100 Realizadores
4Sites - Pedagogos

Se não conseguir abrir os ficheiros PDF,  faça o Download aqui 

 
   

 

 
» procepe
 
Descrição

Visa o estudo da educação de infância no distrito de Santarém. Este projecto teve início em 1992, envolvendo um grupo de professores da Escola Superior de Educação de Santarém e conta com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian.

Entre os seus principais objectivos, este projecto pretende caracterizar da realidade da educação de infância no distrito de Santarém, e estabelecer uma rede de apoio/formação às diferentes instituições do distrito. Propõe-se ainda a organizar na ESE um Centro de Recursos Educativos com capacidade de resposta para algumas das necessidades sentidas pelas instituições/profissionais de educação de infância do distrito.
Coordenação:
Maria João Cardona

 

  Bibliografia

PROCEPE Actas do I Encontro Regional de Educação de Infância, Santarém, ESE de Santarém, F.C. Gulbenkian, 1993 (142pp).

Cardona (Mª João) "O projecto de caracterização da educação pré-escolar (PROCEPE): um estudo sobre a educação de infância no distrito de Santarém", Revista ESES, nº5, Janeiro de 1994 (52-55pp).

Cardona (Mª João) "O PROCEPE: um estudo sobre as instituições de educação de infância do distrito de Santarém", in Estrela (A.), Barroso (J.) e Ferreira (J.) (org.) Actas do V Colóquio da AIPELF/AFIRSE: a escola um objecto de estudo, 1995 (pp. 161-171).

Pereira (I.) "A criança com necessidades educativas especiais e a saúde: um objecto de estudo do PROCEPE", in Estrela (A.), Barroso (J.) e Ferreira (J.) (org.) Actas do V Colóquio da AIPELF/AFIRSE: a escola um objecto de estudo, 1995 (pp. 783-791).

PROCEPE A educação de infância no distrito de Santarém, Santarém, ESE de Santarém, F.C. Gulbenkian, 1995 (pp. 267).

Cardona (Mª João) "Os educadores de infância do distrito de Santarém", Revista ESES, nº7, Janeiro de 1996, (pp. 65-73).

Cardona (Mª João) "Quem são os educadores de infância portugueses?", Cadernos de educação de infância, nº38, Abril-Maio-Junho de 1996, (pp.12-22).

Cardona (Mª João) "Os educadores de infância portugueses: sua formação, características do grupo profissional", in Estrela (A.), Barroso (J.) e Ferreira (J.) (org.) Actas do V Colóquio da AIPELF/AFIRSE: a escola um objecto de estudo, 1995 (pp. 265-277).

Cardona (Mª João) "Educação de Infância - Formação e Desenvolvimento Profissional" Chamusca, Ed. Cosmos, 2006.

   

 

   

» Projecto de Reforma do Ensino Básico (1ª à 6ª classe) na Republica Democrática de S. Tomé e Príncipe
 

No âmbito do acordo celebrado entre a Fundação Calouste Gulbenkian e o Ministério da Educação, Cultura e Desporto da República Democrática de São Tomé e Príncipe, uma equipa da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém foi convidada a trabalhar em colaboração com uma equipa designada pelo Ministério da República Democrática de S. Tomé e Príncipe para apoiar o desenvolvimento do ensino básico naquele país.


Através do trabalho a realizar pela equipa de consultores da ESES, a Fundação presta apoio técnico a todo o processo de reforma do ensino básico em São Tomé e Príncipe, colaborando com o Ministério no processo de desenvolvimento dos 6 primeiros anos de escolaridade, nomeadamente:

- na definição dos conteúdos programáticos;
- na elaboração de novos manuais escolares e de guias de apoio para os professores;
- no processo de experimentação e validação destes novos manuais;
- na organização de módulos de formação dos docentes.

Equipa de consultores da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém:
Área do Português - Fátima Galveias e Ana Fonseca
Área da Matemática - Maria José Pagarete
Área do Meio Fisico e Social - George Camacho; Maria de Jesus Bento e Pedro Reis
Área das Expressões: António Mesquita Guimarães (Educação Física); Margarida Togtema (Expressão Musical); Jean Campiche (Expressão Plástica) e Célia Barroca (Expressão Dramática)
Formação/Desenvolvimento Curricular - Ramiro Marques e Maria João Cardona

 

   
   

» PROJECTO DE FORMAÇÃO CONTÍNUA DA MATEMÁTICA NO ENSINO BÁSICO PARA PROFESSORES DO 1º E 2º CICLOS


O Projecto de Formação Contínua da Matemática no ensino básico para professores do 1º e 2º ciclos é um projecto que tem como objectivo melhorar as aprendizagens matemáticas dos alunos portugueses e contribuir para o desenvolvimento profissional dos professores.
Este programa de formação constituiu uma prioridade de política educativa e resulta de uma parceria entre os ministérios da Educação e da Ciência e Ensino Superior.

 

   
   

» PROJECTO DO ENSINO EXPERIMENTAL DAS CIÊNCIAS

Síntese dos objectivos

O Programa de Formação Contínua de Professores do 1.º ciclo do Ensino Básico em Ensino Experimental das Ciências
tem como finalidade principal a melhoria das aprendizagens dos alunos deste nível de ensino, neste domínio do saber.

Os seus objectivos gerais são:

1- Aprofundar a compreensão dos professores do 1º CEB sobre a relevância de uma adequada Educação em Ciências para todos, de modo a mobilizá-los para uma intervenção inovadora no ensino das Ciências nas suas escolas.

2- Promover a (re)construção de conhecimento didáctico de conteúdo, com ênfase no ensino das Ciências de base experimental nos primeiros anos de escolaridade, tendo em consideração a investigação em Didácticas das Ciências, bem como as actuais Orientações Curriculares para o Ensino Básico das Ciências Físicas e Naturais.

3- Promover a exploração de situações didácticas para o ensino das Ciências de base experimental no 1º CEB, através do aprofundamento e/ou reconstrução de conhecimento científico e curricular.

4- Promover a produção, implementação e avaliação de actividades práticas, laboratoriais e experimentais para o ensino das Ciências no 1º CEB.

5- Desenvolver uma atitude de interesse, apreciação e gosto pela Ciência e pelo seu ensino.

 

   
   

» PROGRAMA NACIONAL DE ENSINO DO PORTUGUÊS NO 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO - PNEP


Os resultados de todos os projectos internacionais em que Portugal participou (Reading Literacy – IEA, 1992; Programme for International Student Assessment (Pisa 2000; 2003), das provas nacionais de aferição (2000 a 2005), dos exames nacionais do 9º ano (2005) evidenciam a necessidade, premente, de tomar medidas urgentes que melhorem os desempenhos dos alunos em competências referentes ao domínio da língua materna.

Tendo em vista a melhoria das condições de ensino da Língua Portuguesa no 1º ciclo de escolaridade, decidiu o poder político promover o desenvolvimento de um programa de formação contínua de professores – Programa Nacional de Ensino do Português no 1º ciclo (PNEP).
O programa é regido por três princípios orientadores: (i) a formação será centrada nas escolas do 1º ciclo, ou no agrupamento de escolas; (ii) visará a utilização de metodologias sistemáticas e estratégias explícitas de ensino da língua na sala de aula; (iii) será regulada por processos de avaliação das aprendizagens dos alunos, ao nível individual, da classe e da escola.
A implementação e coordenação regional do Programa é da responsabilidade dos núcleos regionais de formação – ESE ou Universidade da região.

A Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém assume-se, assim, como núcleo regional de formação.
São objectivos específicos do PNEP:
• Melhorar os níveis de compreensão de leitura e de expressão oral e escrita em todas as escolas do 1º ciclo, através da modificação das práticas docentes do ensino da língua;
• Criar nas escolas do 1º ciclo uma dinâmica interna de formação continuada no âmbito do ensino da língua, ancorada em instituições do ensino superior;
• Envolver as instituições de ensino superior num projecto de formação contínua, articulado com as escolas do 1º ciclo e prolongado no tempo;
• Estimular nas instituições de ensino superior a produção de investigação no ensino da língua na faixa etária visada, de modo a que a formação inicial de professores seja alimentada pela investigação e desenvolvida em estreita relação com a formação contínua, especializada e pós-graduada em áreas relevantes para a finalidade em questão;
• Disponibilizar a nível nacional materiais de formação, materiais didácticos e materiais de avaliação no domínio da aprendizagem da leitura, da expressão escrita e do conhecimento explícito da língua para o 1º ciclo do Ensino Básico.

Em síntese, o objectivo último do Programa Nacional do Português no 1º ciclo é melhorar as aprendizagens linguísticas dos alunos, no quadro do Currículo Nacional do Ensino Básico, particularmente no desenvolvimento das cinco competências específicas aí enunciadas (compreensão do oral, expressão oral, leitura, expressão escrita e conhecimento explícito da língua), através da melhoria das práticas docentes. Actualização e aprofundamento de conhecimentos científicos e metodológicos dos formandos e acompanhamento das práticas docentes são os dois pilares que suportam os objectivos formativos deste programa.

 

   
   

» PROJECTO PRIMAVERA NA EUROPA

 
Primavera na Europa 2006
Iniciativa coordenada pela European SchoolNet que este ano trata o Tema Debatendo a Europa.
  Pelo segundo ano consecutivo, a ESE de Santarém assegura a coordenação pedagógica para Portugal da iniciativa Primavera na Europa.
Neste sentido convidam-se todas as escolas de ensino Básico e Secundário a participar neste evento que contará com debates, exposições e actividades pedagógicas disponibilizadas no site oficial ou dinamizadas nas próprias escolas.
Todos os eventos poderão ter lugar a 21 de Março de 2006 e a 9 de Maio de 2006 e/ou entre estas duas datas.
   
   
   

» PROGRAMA CBTIC@EB1 NO DISTRITO DE SANTARÉM

 



O programa CBTIC@EB1 no distrito de Santarém está em funcionamento desde o ano 2002/2003 e tem   como objectivo a formação do corpo docente do 1º ciclo do ensino básico do distrito de Santarém, a certificação das competências básicas em TI dos alunos de 3º e 4º anos de escolaridade, a actualização das homepages das escolas e o estabelecimento de redes de conhecimento e comunidades de prática e portfólios de turma.

O programa funcionou no último ano sob tutela do ME - Ministério da Educação, tendo sido a sua acção conduzida nos três primeiros anos pelo MCTES - Minsitério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.
No terreno contamos já com cerca de 10 000 visitas às escolas, perto de 1000 diplomas de competências básicas emitidos, cerca de 400 homepages de escola online e igual número de portfólios de turma.

Estruturas nacionais:
Coordenação Nacional: Unidade de Missão o CRIE - Ministério da Educação, em http://www.crie.min-edu.pt/
Entidade financiadora: POSC/UE, em http://www.posc.mctes.pt/

Estruturas locais:
Coordenação pedagógica local: Cristina Novo Canês
Coordenação financeira local: George Camacho

Colaboradores:
Apoio à coordenação: Nuno Bordalo Pacheco, Núcleo de Tecnologia Educativa
Apoio técnico pedagógico: Sandra Loureiro
Apoio à publicação de conteúdos: Centro de Competência Nónio da ESE de Santarém
Agrupamentos de escolas
Câmaras Municipais
Equipa de formadores